Detector termovelocimétrico | Conheça suas especificações e importância

Sabemos que a melhor forma de combater o incêndio é evitá-lo. No entanto, para isso é preciso usar o sistema de detecção e alarme de incêndio completo, incluindo o detector termovelocimétrico. Existe, é claro, outros modelos de detectores – confira alguns aqui – mas hoje iremos conhecer algumas especificações do termovelocimétrico. Acompanhe a seguir.


Detector termovelocimétrico

Por ser um modelo que detecta o aumento na temperatura, o detector termovelocimétrico é indicado para lugares que possuem materiais inflamáveis ou com alta circulação de vapores ou fumaças. É um dispositivo que funciona de forma rápida, podendo detectar uma mudança brusca na temperatura em torno de 60 segundos.

De acordo com a NBR – 17240, esse detector térmico indica de forma segurança um princípio de incêndio. Há também normas que deixam claro o local exato de sua instalação, podendo ser em paredes com altura de até 5m ou em tetos planos. Sua capacidade para cobertura é uma área de até 16m².

Detector

O detector térmico Deltafire, em particular, possui uma comunicação wireless (sem fio), com uma autonomia em stand by de até 24 meses.

Além disso, nosso detector térmico também possui uma criptografia própria e funciona com pilhas AA ou bateria 3V, e sua temperatura fixa por disparo é de 57ºc.

Em resumo, há uma programação no detector térmico que faz ele disparar ao atingir uma temperatura determinada em 60 segundos. Contudo, se a temperatura subir de forma rápida, leva em torno de 10 segundos para o disparo. Isso faz com que seja o ideal para proteger seu ambiente.

Por fim, é preciso o uso de todos os componentes do SDAI para um melhor resultado.

Confira aqui nossos produtos e não deixe de investir na segurança de sua empresa.

Author avatar
Alana Santos
https://journal.ulti.com.br/