Flashover | Saiba como ocorre esse fenômeno

Já vimos em “fogo vs incêndio” que o fogo é um fenômeno que pode sair do controle, causando danos por onde passar. Contudo, não se trata de um fenômeno isolado, pois do incêndio outros perigos podem surgir, como é o caso do flashover. E para entender melhor esse fenômeno, acompanhe esse artigo até o fim.


Flashover

Em primeiro lugar, todo combustível sólido passa por um processo chamado pirólise para entrar em combustão. É quando há um aumento elevado na temperatura e o material libera gases que se inflamam facilmente. No entanto, esses gases tendem a atingir o ponto alto do ambiente, fixando-se no teto.

Esse é um momento em que o incêndio já está em grande escala, consumindo o material combustível presente no ambiente com longas chamas. Isso faz com que o gás e a fumaça que estão no teto exerçam pressão de cima para baixo, irradiando calor por todos os materiais que estão longe do incêndio.

Incêndio

Sendo assim, ao atingir o ponto máximo de temperatura os gases acabam inflamando-se instantaneamente, então, acontece o flashover, deixando toda a área envolvida pelas chamas.

Comparado ao backdraft – confira aqui sobre -, o flashover ocorre com maior frequência. E ao contrário do primeiro, que é causado pela entrada repentina do ar, esse é um fenômeno causado pelo calor, ou seja, o aumento da temperatura.

Para concluir, confira alguns fatores condicionantes para a ocorrência desse fenômeno: campo de inflamabilidade; poder energético dos gases; temperatura de inflamação dos gases da combustão.


Por fim, investir em um sistema de detecção e alarme de incêndio é de grande importância para a prevenção contra incêndios e fenômenos como o flashover. Dessa forma, confira aqui nossas melhores soluções em alarme de incêndio e garanta a segurança de sua empresa.

Author avatar
Alana Santos
https://journal.ulti.com.br/