Ciberataques | Home Office expõe vulnerabilidade das empresas

A necessidade do Home Office que 2020 trouxe sem dúvida intensificou as tentativas de ciberataques, deixando claro que há uma fragilidade no Brasil em questões de cibersegurança. Isso acabou expondo a vulnerabilidade de muitas empresas, mostrando que não estavam preparadas para essa realidade digital. 

Sendo assim, vamos abordar esse dilema do Home Office apresentando medidas preventivas e seguras para empresas que adotaram ou querem adotar essa modalidade como definitiva. 


Ciberataques

Ciberataques, são tentativas de invadir um servidor com o objetivo de roubar, expor ou até mesmo excluir informações armazenadas no banco de dados. Dessa forma, a proteção de dados sempre foi um item primordial a ser considerado nas corporações, pois o extravio de informações pode gerar sérios problemas.

Com a expansão do Home Office, muitos profissionais acabaram por usar seus dispositivos pessoais para o trabalho e atendimento, como resultado muitos ficaram vulneráveis por não terem uma segurança adequada. Da mesma forma, muitas plataformas utilizadas pelas empresas podem ser desprotegidas. 

E para que não aconteça imprevistos ou problemas com o banco de dados, é necessário adotar medidas preventivas, as quais, vamos abordar a seguir. 

Proteção de dados

Uma das maneiras de proteger os dados é através do armazenamento em nuvem, onde há toda uma segurança para obter acesso, o que acaba dificultando as tentativas de ciberataque. Além disso, é uma forma prática para acessar os dados independente de onde estiver, facilitando o Home Office. 

Home office

Outra questão em alta referente a segurança de dados, é a legislação LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados). Como o nome sugere, essa lei visa a proteção de dados e a privacidade das pessoas e já está sendo aderida por mais de 100 países. 

É fundamental para as corporações acatarem na implementação do LGPD, pois sem isso podem tanto ficar vulneráveis aos ataques cibernéticos quanto recebem multas por descumprimento da lei. 

Também existe a criptografia, um mecanismo de segurança que tem o objetivo de proteger informações associadas ao uso da internet, evitando a ocorrência de ciberataques. 

Agora, a maneira mais básica para uma empresa se proteger de um ataque cibernético é o uso de plataformas da comunicação que estejam de acordo com as medidas preventivas. Confira a seguir algumas dicas. 

Plataformas de comunicação para o Home Office

Conheça nossa plataforma UNA, ideal para a comunicação interna, permitindo que sua equipe possa trabalhar em harmonia, mantendo contato dentro ou fora da empresa. 

O UNA é uma ferramenta de comunicação unificada em nuvem, possibilitando que os funcionários comuniquem-se por voz, vídeo e chat em uma única interface. É uma forma segura para o contact center, possuindo criptografia e o armazenando em nuvem. 

Já para a comunicação externa, com o consumidor, temos o Interact. Trata-se de uma plataforma multicanal em nuvem que permite voz, chat, vídeo-chat e e-mail) em tela única, facilitando o atendimento. 


Esperamos que nossas dicas sejam benéficas para você que tem uma equipe e/ou faz trabalho remoto. Então não deixe conferir aqui nossas melhores soluções em comunicação. 

Author avatar
Alana Santos
https://journal.ulti.com.br/